Virtualização e Otimização de Infraestrutura

Informações sobre implementação e otimização da infraestrutura de CORE IO

Como licenciar Windows Server em ambientes virtuais

Barra

Olá, tudo bem ?

Muitos parceiros e clientes ainda possuem dúvidas de como é feito o licenciamento de Windows Server em ambientes virtuais.

Primeiro ponto importante que precisamos saber é que independente da plataforma de virtualização (Microsoft, VMWare, Citrix, RedHat …) o Windows Server necessita estar devidamente legalizado. Portando se você algum dia escutou que poderia virtualizar qualquer tipo de servidor, tenha certeza que você também terá que legalizar o sistema operacional que estará rodando no ambiente virtual.

Outra informação importante, que poucos conhecem, é que o licenciamento do ambiente virtual deverá ser feito  através do licenciamento da máquina física. A licença, logo, sempre estará atribuída a máquina física e nunca a máquina virtual. Isso é valido, como falado anteriormente, independente da sua plataforma de virtualização.

Server

Baseado nesta informação e pensando bem simples, olhando para o cenário ao lado, onde temos 4 máquinas virtuais, teriamos que ter ao menos 4 licenças de Windows Server para permitir que o ambiente fique legalizado. Lembrando que neste caso, as 4 licenças estariam atribuído a máquina física (também conhecido como Host).

Para facilitar a gestão e a compra de licenças de virtualização, a Microsoft definiu uma maneira simples de legalizar estas máquinas e com algumas vantagens.

A Microsoft dá o nome de OSE (Operating System Environment) para uma instância – física ou virtual – de Sistema Operacional Microsoft instalado. A partir desta informação, e dependendo da versão do Windows Server adquerido, poderemos ter o o direito (licenciado) de rodar um determinado número de instâncias (máquinas) virtuais Microsoft.

A política atual é:

Windows 2008 R2 Standard – Uma licença de Windows Server Standard permite o uso de um OSE físico e mais 1 (um) virtual. Caso deseje-se ter mais uma instância rodando debaixo do mesmo host, é necessário de mais uma licença adicional. É como descrito no cenário acima.

P.S. Primeira dica a passar a vocês é que o uso da licença Standard somente será interessante (em termos de custo), se no seu ambiente não tiver mais que 2 instâncias virtuais e que este número nunca mais cresça. Neste caso, você deverá ter 2 licenças de Windows 2008 R2 Standard aplicados em um único Host.

Windows 2008 R2 Enterprise – Uma licença de Windows Server Enterprise permitCaracteristicase o uso de um OSE físico e mais 4 (quatro) virtuais. Neste cenário, caso deseje-se ter a quinta instância rodando debaixo do mesmo host, é necessário de mais uma licença adicional. Pelo cenário acima, teriamos que ter apenas 1 licença Enterprise para deixar as quatro instâncias virtuais legalizadas. O legal desta versão é que se o seu parque ou se o seu cliente estiver ilegal, com a virtualização, você poderá legalizar até 4 sistemas operacionais sevidores que estavam ilegais.

P.S. Segunda dica é fique atento as suas necessidades. A alta disponibilidades (Cluster) está diretamente relacionado com o Windows Enterprise (ou versão superior) e não é diferente quando falamos em Hyper-v. Neste caso, cada nó (lado) do cluster poderá ter 4(quatro) instâncias virtuais legalizadas. Mais tarde abordaremos este assunto.

Windows 2008 R2 Datacenter – Uma licença de Windows Server Datacenter permite o uso de um OSE físico e quantas máquinas virtuais o ambiente (host) comportar. Neste cenário, todas as instâncias virtuais estarão automaticamente legalizadas. Este é o melhor cenário quando você possue uma máquina com dois processadores e planeja ter mais que 8 (oito) instâncias virtuais.

P.S. Ponto muito importante. A política explicada não é válida para o produto Windows 2008 R2 Hyper-V. Este produto não dá direito de uso de um ou mais OSE virtuais. Neste caso, é necessário licenciar cada instância virtual instalada, da forma como foi descrita acima.

Vamos focar um pouco no cenário de alta disponibilidade, olhando novamente para nossas instâncias virtuais. Muita gente pode ter o seguinte pensamento: “Ok, vou montar um cluster de Hyper-v e preciso de 2 licenças de Windows 2008 R2 Enterprise. Neste caso, posso ter até 8 instâncias legalizadas”. De certa forma, a resposta é sim, mas o ponto de atenção aqui é que isso é verdade apenas se 4 instâncias fique na máquina A e as outra 4 fique na máquina B.

E se precisar dar manutenção em um dos nós você poderá movimentar, temporariamente, as instâncias virtuais, mas tenha conciência que as máquinas necessitaram retornar ao host de origem.

Como podemos resolver isso?? Bem simples, adotando a licença Windows 2008 R2 Datacenter, ao invés da Windows 2008 R2 Enterprise. Com isso você não se preocupa com o licenciamento do ambiente, em caso de necessidade movimentação das instâncias virtuais, assim como o uso do recurso de balanceamento de cargas.

Últimos pontos de atenção

As políticas relatadas acima só são válidas para as versões Standard ou Enteprise, se e somente se o HOST gerenciar apenas instâncias virtuais ou seja dedicado ao propósito de virtualização e não executar outras funções. Caso isso não possa ser possível, o Windows Standard perde o direito de ter uma instância virtual. No caso da versão Windows Enterprise, ao invés de ter o direito de uso de 4 (quatro) instâncias virtuais, terá o direito de 3 (três) instâncias virtuais.

Se você já possue licenças para seu ambiente físico, ao convertê-los para virtual você poderá utilizar a mesma licença para legalizar a instância virtual. Isto só não é válido para: ambientes em cluster (não é possível atrelar uma licença a mais que um equipamento) e licenças que forem OEM – atreladas a um hardware.

Caso você queira trabalhar com ambientes de Desktop Virtuais, que é outro modelo de licenciamento, sugiro que leia este POST feito pelo Marcelo Matias, que trabalha na Microsoft como especialista em Windows Client.

Abraços,

Flávio J Medeiros

About these ads

10 Respostas para “Como licenciar Windows Server em ambientes virtuais

  1. rafael 01/10/2011 às 14:58

    ótimas dicas, agora sanei as dúvidas
    abs

  2. Eric 27/01/2012 às 11:18

    Cara .. vc salvou meu dia

  3. Anderson 07/03/2012 às 17:37

    Flavio, então eu posso criar quatro servidores Windows 2008 ent no VMware e adquirir apenas uma licensa?

    • Flavio J Medeiros 07/03/2012 às 18:18

      Sim Anderson, você deve adquirir uma licença de Windows Enterprise para deixar licenciado 4 VM´s com Windows Enteprise, independente do virtualizador que vc esteja utilizando. Não sei se vc e a empresa que vc trabalha já fez o investimento em VMWare, mas aconselho a levar em consideração o uso do Hyper-v, já que, com ele, não há custo adicional na aquisição da camada de virtualização.

  4. Wagner Ortolan 22/05/2012 às 11:09

    Olá Flávio, parabéns pelo Post.

    Fiquei apenas com a seguinte dúvida: Sabemos que Windows Server é licenciado por processador, onde caso tenha um servidor físico com 2 processadores e com Windows Server 2008 Enterprise, precisarei de duas licenças.

    Agora vamos para o ambiente virtual, onde tenho um host ESX com dois processador Xeon e 4 VMs Windows 2008 R2 Enterprise. Precisarei de 4 ou 8 licenças de windows (1 ou 2 x ENTERPRISE). Caso compre uma versão Datacenter, terei que comprar duas correto?

    Fico no aguardo.
    Att,
    Wagner Ortolan

    • Flavio J Medeiros 22/05/2012 às 12:41

      Olá Wagner,

      Talvez você esteja confundindo um pouco. O Windows Server Enterprise é licenciado por máquina e não por processador. Pensando nisso, e olhando o seu cenário, você necessitaria apenas de uma (1) licença de Windows 2008 R2 Enterprise para legalizar o seu ambiente.

      Agora, porquê não virtualizar em Hyper-v, ao invés de VMWare ?? :)

      []´s

      Flávio J Medeiros

  5. Paulo Roberto 26/06/2012 às 10:15

    Flávio, primeiramente parabéns pelo post, muito instrutivo.

    Uma dúvida restante, se eu possuir duas licenças Enterprise, poderia utilizar 8 instâncias virtuais no mesmo host?

    Grato.

  6. Leonardo Oliveira (@sarezoel) 05/08/2013 às 15:13

    As informações contidas sobre o Windows Server 2008 Datacenter, aplicam-se também ao 2012 datacenter:

    • Flavio J Medeiros 30/05/2014 às 21:08

      Oi Leonardo, antes tarde do que nunca… :)
      Não, o licenciamento para o Windows Server 2012 ou Windows 2012 r2 são totalmente diferentes das versões anteriores. Primeiro, ambos são licenciados por processador e não mais por máquina física.
      Para a versão Standard, a cada 2 processadores físicos, são legalizados 2 máquinas virtuais. Para a Datacenter, a cada 2 processadores legaliza infinitas máquinas… Uma dica.. Se vc tiver mais que 6 Vm’s em um servidor, por mais que vc tenha apenas 2 processadores apenas, compensa comprar a licença datacenter do que a standard (sai mais barato em termos de custo).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: